RFID Systems




Sobre a Tecnologia

Internet das Coisas

Em linhas gerais a Internet das Coisas – IoT é a extensão da Internet ao mundo físico em que se torna possível a interação com objetos e a comunicação autônoma entre os mesmos. Resumidamente, na Internet convencional as mais diferentes informações estão armazenadas em computadores ao redor do mundo. Trata-se de um mundo completamente virtual em que se navega ou se interage com páginas acessadas por meio de hiperlinks. Na IoT, os objetos são identificados e tal identificação pode ser lida por meios automatizados. A partir daí, os objetos físicos passam a ter uma representação no meio virtual. Os conceitos fundamentais associados à IoT são:

Uma exploração detalhada dos conceitos apresentados acima permite elaborar um modelo bastante completo das tecnologias necessárias ao desenvolvimento e implantação de aplicações e serviços de IoT. Neste sentido existe um grande interesse devido ao potencial que este conceito pode ser aplicado na construção de novos modelos de negócio aplicados ao nosso mercado. É portando uma revolução tecnológica que representa o futuro da computação e da comunicação, cujo desenvolvimento depende da inovação técnica dos sensores wireless e da nanotecnologia. Os avanços relacionados à miniaturização e nanotecnologia significam que pequenos objetos terão a capacidade de interagir e se conectar. Nosso país desperta cada vez mais para assuntos relacionados à evolução da ciência e tecnologia com destaque a iniciativas no campo da nanotecnologia.

Os benefícios desta informação integrada entre os produtos industriais e os objetos de uso diário são possíveis a partir de sensores que detectam mudanças físicas à sua volta. Estas mudanças transformam objetos estáticos em dinâmicos, combinando inteligência ao meio e estimulando a criação de produtos inovadores e novos serviços. A tecnologia RFID se apresenta como uma das mais promissoras neste sentido. A maior interação e interface com o mundo físico resultante do desenvolvimento e uso da Internet das Coisas levantam questões sobre o impacto social, segurança e fatores econômicos com destaque aos assuntos relacionados à privacidade e segurança das informações contidas nos objetos conectados por RFID, cartões inteligentes, celulares (smartphones), tablets, etc. A combinação destes desenvolvimentos criará uma Internet das Coisas que liga os objetos do mundo de um modo sensorial e inteligente.

Os principais desafios que se observa estão relacionados à infraestrutura, segurança, aplicações e serviços, particularmente em relação às comunicações autônomas de sistemas, onde os recursos da internet atuais são inadequados.

No entanto, a consideração apenas da dimensão tecnológica é altamente insuficiente para se compreender o universo de IoT e se construir roadmaps realistas que direcionem adequadamente investimentos e esforços de P&D para que a sociedade possa usufruir o mais rapidamente possível dos benefícios proporcionados pela IoT.

Alguns desses aspectos poderão apresentar desafios reais tais como:

No mercado brasileiro, estes sistemas estão sendo usados em diversos projetos, sobretudo através da aplicação com a tecnologia RFID. Os principais segmentos de mercado que estão utilizando a tecnologia RFID no Brasil, com seus respectivos focos de soluções são:

Internet das Coisas